As vendas online de fabricantes direto ao consumidor (D2C – direct to consumer, em inglês) atingiram R$ 2,5 bilhões em 2018. O valor corresponde a alta de 20% em relação às vendas diretas de 2017, o número de pedidos cresceu de 5,2 milhões em 2017, para 7,5 milhões em 2018. O resultado é uma alta de 43% – ou seja, quase quatro vezes mais do que a média do mercado, que foi de 11%. O tíquete médio retraiu 16,1% na comparação entre os períodos, de R$ 403 para R$ 338. Isso evidencia a entrada de novos fabricantes no e-commerce, principalmente de produtos de consumo imediato.

A pesquisa também mapeia a atual divisão do e-commerce por operação. Dessa forma, mostra que os varejistas tradicionalmente físicos são responsáveis por 51% das vendas realizadas online no Brasil. Esses players faturaram R$ 27 bilhões em 2018, alta de 12% em relação ao mesmo período do ano passado. Já as empresas que nasceram online, os “pure players”, representam 44,3% das vendas (R$ 23,6 bilhões; alta de 11%).

Fabricantes que vendem online faturam R$2,5 bi em 2018, aponta Ebit/Nielsen

CONTATO

FALE CONOSCO (11) 4164 - 1822

ÁREA DE INTERESSE